Domingo, 18 de Fevereiro de 2018
Policia

Mãe é investigada após bebe 10 meses ser achada comendo as propiás fezes

Publicada em 08/02/18 as 15:32h - 226 visualizações

por Jornal do Cidadão Online Noticias de Barretos e Região


Compartilhe
   

Link da Notícia:

 (Foto: DELEGACIA DA MULHER EM BARRETOS)
Mãe é investigada por maus-tratos e abandono, depois que a filha de 10 meses foi encontrada suja e comendo as próprias fezes em Barretos (SP). O Conselho Tutelar informou que a menina e os quatro irmãos, de 5, 7, 9 e 11 anos, foram levados a um abrigo. O caso foi encaminhado à Polícia Civil e à Vara da Infância e Juventude.

Presidente do Conselho Tutelar, Valéria Pelegrini contou que a mãe já foi denunciada outras vezes por deixar os filhos sozinhos. Na tarde desta terça-feira (8), vizinhos ligaram para a entidade, após ouvirem as crianças pedindo por socorro.
Quando chegaram à residência da família, no bairro Rios, as conselheiras encontraram o portão aberto e a mulher desacordada no sofá da sala. 

Os filhos haviam fugido a pé para a casa da avó, no bairro Alvorada, deixando para trás a irmã de 10 meses. "Encontramos a mãe deitada no sofá. Eu fiquei muito assustada, a bebezinha estava chorando muito e no meio das fezes. Inclusive, comendo as fezes", relata Valéria. "Nós socorremos a criança, demos banho, alimentamos, mas a mulher não acordava", completa.

As conselheiras acionaram então a Polícia Militar e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Valéria diz que a mulher foi socorrida dentro da casa e, depois de recuperar os sentidos, recusou ser levada a uma unidade de saúde. "As outras crianças, quando viram a mãe alterada, saíram, pediram por socorro e foram a pé para a casa da avó, que é do outro lado da cidade. É uma família conhecida, então chegamos até as crianças por dedução. Não é a primeira vez que elas vão para a casa da avó", afirma.

Valeria conta que o pai das crianças morreu há um ano, vítima de câncer, e que a mãe não trabalha, mas recebe apoio de entidades assistenciais do município. Ainda segundo a conselheira tutelar, essa não é a primeira vez que as crianças são levadas a um abrigo. "A gente evitou conversar porque elas já passaram por um acolhimento que foi um pouco traumatizante. Elas perderam o pai e era ele quem 'segurava' a casa. A avó tem um problema sério de saúde. Por isso, foi feito o acolhimento", explica.

Um boletim de ocorrência por maus-tratos e abandono de capaz foi registrado e o caso encaminhado à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) para investigação. A Vara da Infância e Juventude decidirá se as crianças continuarão no abrigo, ou voltarão para a mãe.
"A gente não sabe se ela tem problema com drogas ou álcool, mas é um pouco negligente. Ela veio ao Conselho Tutelar, disse que está arrependida. Agora, vamos aguardar a decisão do juiz", diz Valéria.



Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.







Nosso Whatsapp

 (17) 9 8110-4506

Copyright (c) 2018 - Jornal do Cidadão Online Noticias de Barretos e Região - jornaldocidadaoregional@gmail.com Noticias de Barretos Região Diretor Responsável André Luiz Jurídico Dr. Daniel Santos OAB/SP 333.364